Ir para a Página Principal  
  Artigos   Palavra da Parteira
sobre Parto e Nascimento
 
  Serviços para Profissionais   Para profissionais (cursos, oficinas, consultoria)
  Serviços para Gestantes   Para Gestantes (cursos, yoga, atendimento)
  Produtos   Produtos
vídeos, livros,
e outros
  Eventos   Histórias de Parto
relatos de mulheres especiais
  Outros   Links
Cadastre-se
 
 

Relatos de Parto
Nome: Suzana Sóos

 

AÍ VAI MEU RELATO DE PARTO...

Meu delicioso filhote nasceu dia 29 de janeiro (domingo), às 1h11.
Minhas contrações começaram no sábado, pela manhã, mas não sabia que "aquelas" dores eram contrações. Eu estava desde às 6h00, digitando um trabalho.

- 09h00 = senti a barriga dura e o bebê não mexia mais; liguei pro Dr J., que pediu para me deitar, poderia ser ansiedade.

- 10h00 = saiu o "tal tampão" (eu tinha o Dr. J. na linha e o livro O que esperar quando se está esperando, na outra mão)

- 12h00 = Dr J. queria que eu fosse examinada, fui ao N. S. de Lourdes. Após alguns exames, tudo ok, mas até às 18h00 estava com 1 cm de dilatação.

- 20h00 = Achamos melhor voltar para casa, só que a essa altura eu não conseguia mais ficar sentada, minha melhor posição era deitada pro lado esquerdo.

- 22h00 = Um anjo chegou em casa, era a Ana Cris (doula maravilhosa!), que com toda a paciência me orientava, massageava minhas costas, quase toma banho comigo; me examinou e achou melhor voltarmos ao hospital. No caminho, deitada no banco do carro, senti algo sair, era a bolsa... pensei que fosse ter o bebê lá mesmo.

- Acho que passava da meia-noite quando estávamos no quarto do hospital, eu, a Ana Cris, Gilberto (meu esposo), minha mãe, Dr. J., Dra. M., Dra. A. só esperando meu filhote querer aparecer. Preferi ficar deitada, de lado, agarrada no braço do meu marido enquanto minha mãe soprava palavras confortantes no meu ouvido e a Ana Cris continuava com as massagens e segurava minha perna. Cada centímetro que o bebê saia, era uma festa...

- às 1h11 do domingo (29/01), aproximadamente 1 hora depois da minha internação = Meu bebê nasceu de parto natural (com 3,150 e 51cm), sem intervenções, sem traumas, sem episio, sem anestesia, sem ocitocina, sem lavagem intestinal, sem estress. Amparado pelas mãos do Dr. J., veio direto para o meu colo, quentinho, escorregadio e verdinho. Dr. J. convidou o Gilberto para cortar o cordão. Foi emocionante!!!

Lá estava meu Igor, nos meus braços, com o pai e a avó chorando de cada lado e eu... em estado de graça. A Ana Cris, ainda, conseguiu registrar tudo - obrigada!!! As fotos ficaram lindas!!!

Tudo isso, porque um dia, fui convidada a participar dessa lista, até então, acreditava na cesária sim. Como trabalho no Col. Global, conversava muito com a Mariana (mãe do André) e a Eliana, que me introduziram neste mundo fantástico. Aos poucos fui tomando gosto e me apaixonando por tudo o que vocês escreviam. Apesar de não escrever muito, eu estava nos bastidores, lendo e sugando suas informações.

Quanto a equipe médica, não poderia ser melhor... TIVE O PARTO DOS MEUS SONHOS. Mudei para o Dr. J. ao final do 7º mês, pois meu gineco não acreditava que eu seria capaz de parir naturalmente. Foram apenas 2 consultas. Plano de parto? Nem deu tempo!!! O Igor nasceu antes, mas o Dr. J. sabia o que eu queria e como. Fui respeitada e ele acreditou em mim. Tudo valeu a pena.

Agora essa delícia de bebê está dormindo no moisés, ao meu lado, enquanto escrevo pra vocês.

Beijos a todos,
Suzana - casada com Gilberto, pais do Igor (11 dias - PNH), acreditamos que vale tudo para realizar o parto dos sonhos.

Voltar para Lista de Relatos

 
Copyrights: GAMA - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução das imagens ou do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.
Quem Somos
Onde Estamos
Mapa do Site
Fale Conosco
GAMA - Grupo de Apoio à Maternidade Ativa - Rua Natingui, 380 - Vila Madalena - 05443-000 - São Paulo, SP
Telefones: clique aqui - E-mail: CLIQUE AQUI